Os três gols marcados por Hernane na vitória sobre o Remo, na última quarta-feira, fizeram o atacante chegar aos 13 nesta temporada com a camisa do Flamengo. E os números são ainda mais representativos na contabilidade de toda a carreira do "brocador", como vem sendo chamado. O problema é que o jogador perdeu as contas e garante não saber quantas vezes já balançou as redes.

"Confesso que nunca parei para contar. Acho que me perdi nesses números. Mas gostaria de saber, tenho uma curiosidade sobre isso. Vou passar a ver agora, e tomara que sempre aumentando os números", comentou o camisa 9, decisivo no triunfo por 3 a 0, em Volta Redonda.

E Hernane ainda não está satisfeito com os três gols marcados na quarta e a artilharia no Flamengo em 2013. O jogador se disse preparado para assumir o posto de centroavante titular para o restante da temporada e disse que os 13 gols marcados até o momento são apenas o começo.

"A torcida pode saber que isso foi só o começo. Podem esperar muito mais de mim, tenho muito a fazer com a camisa do Flamengo. Me sinto pronto para vestir a camisa 9, independente de falarem que vão contratar outro atacante", disse o confiante Hernane.

"Marcar três gols é mais fácil para quem joga lá na frente, como os atacantes, mas com a camisa do Flamengo é muito difícil. Consegui isso com muito trabalho. Acho que foi a primeira vez que alcancei essa marca. Não me lembro bem", disse o atacante "perdido" nas contas.

Se as contas não são o ponto forte de Hernane, o mesmo não se pode dizer da sua presença na área. Apesar dos problemas com o técnico Jorginho, o atacante caiu nas graças da torcida, que chegou a pedir o "brocador" na seleção e preparou músicas festivas para o goleador.

"Eu gosto dessa festa da torcida, mas levo na brincadeira. Sei que ainda falta muito. Tenho sempre que melhorar. Músicas eles também fazem para Rafinha, Gabriel, Renato Abreu. Faz parte do papel deles", encerrou.


Fonte: UOL

E aí Nação, o que vocês acharam? Comentem! Siga-nos também no 
 
Top