O apresentador Jorge Kajuru voltou a fomentar ainda mais sobre um possível patrocínio árabe no Flamengo. Porém, desta vez foi ainda mais longe e “deu nome aos bois”. O polêmico comentarista falou do assunto, pedindo para que não se esqueçam do que já declarou a respeito do interesse de uma empresa milionária do Catar em expandir sua marca através do Flamengo.

- Eu não desisti da noticia que muita gente achou que o Kajuru se precipitou. Eu não brinco, eu tenho 37 anos de carreira, e quem me contou foi Cláudio Adão. Quem me contou foi Zico. Aquela mesma patrocinadora do time do Paris Saint Germain, aquela bilionária, sabem qual, lá dos Emirados Árabes... O único time que elas têm interesse no Brasil é o Flamengo. Já imaginou? Por enquanto 104 milhões, está longe do Corinthians. O Corinthians no ano passado chegou a R$ 320 milhões de receitas num ano, sendo recorde na história do futebol brasileiro.

Dessa forma, confirmamos que parceria envolvendo o Rubro-Negro Carioca seria com a Companhia Aérea Emirates, que tem como principal slogan “Fly Emirates”.

A Empresa

A Emirates Airline é a principal companhia aérea dos Emirados Árabes. Esportivamente falando é conhecida pelo seu contrato milionário com o Arsenal pagando 30 milhões de libras (R$ 100 milhões) por temporada, o que significa o maior acordo do mundo. Chegando a superar o do Manchester United com a Chevrolet (R$ 90 milhões por ano), que entrará em vigor na próxima temporada, 2014/2015.

Para termos uma noção de valores, o contrato com o Clube Londrino é quatro vezes maior que o acertado pelo Flamengo nesta semana com a Caixa Econômica Federal. O Clube assinou até o fim de 2013, e deve receber cerca de R$ 25 milhões anuais.

O sonho

Olhando para o histórico da empresa no Arsenal, a principal esperança dos Rubro-Negros vem numa possível ajuda financeira para a construção de uma casa própria. Para quem não sabe, a diretoria dos Gunners estava planejando aumentar a capacidade de seu Estádio para 38 mil espectadores. Porém, o acordo assinado em 2004 previu a mudança do nome do Estádio, passando a se chamar “Ashburton Grove” para “Emirates Stadium” e em troca, a companhia dos Emirados Árabes Unidos financiou o projeto. Um projeto no valor de £430 milhões (R$ 1.118 bilhão atualmente) e que teve sua capacidade quase dobrada, recebendo hoje até 60.000 torcedores.

Mas seus feitos não pararam por aí. O impacto da parceria foi logo vista e reconhecida não só fora de campo, mas também dentro dele. O Clube conquistou três vezes o Campeonato Inglês e um vice-campeonato da UEFA Champions League, na ocasião, passando a ter Thierry Henry como o melhor jogador da história do Clube.

O acordo aprofunda a parceria mais forte e reconhecida no futebol mundial. Dona de um impressionante portfólio de patrocínio de futebol, a Emirates inclui um número de equipes de alto nível e eventos, sendo eles: AC Milan, Paris Saint-Germain, Hamburgo SV, Real Madrid, Olympiacos FC, a Emirates Cup, Zain Saudi Professional League, FIFA e Confederação Asiática de Futebol.


Matéria escrita por Eduardo El Khouri.
@ElKhouri

E aí Nação, o que vocês acharam? Comentem! Siga-nos também no   
 
Top